Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Cidade norueguesa recebe sol de Inverno pela primeira vez

Mäyjo, 20.11.13

Cidade norueguesa recebe sol de Inverno pela primeira vez (com FOTOS)

 

Na cidade industrial de Rjukan, na Noruega, os invernos nunca mais serão os mesmos. Este ano, pela primeira vez, a cidade receberá Sol entre Setembro e Março, devido a três espelhos gigantes colocados no topo da montanha, e que irão reflectir a luz para o centro da cidade.

Na verdade, a ideia já tem 100 anos, mas só agora foi posta em marcha. Situada no vale de Telemark, Rjukan é conhecida pela ausência de sol nos meses de Inverno. Até agora, como pode ver pelas fotos abaixo.

Durante um século, os habitantes de Rjukan habituaram-se a subir ao topo da montanha, no Inverno, para apanhar alguns raios de Sol. Para tal, a cidade construiu mesmo uma infra-estrutura com cabos que liga o vale ao topo da montanha.

Agora, e com a ajuda de helicópteros, três espelhos gigantes foram colocados a 450 metros da cidade, proporcionando, pela primeira vez, o gosto do Sol de Inverno.

A ideia foi sugerida há 100 anos por um trabalhador de uma central hidroeléctrica das redondezas, mas só agora foi accionada. “É verdadeiramente fantástico estar na praça e sentir o calor. Esta infra-estrutura é para as crianças pálidas de Rjukan”, explicou Steinar Bergsland, o presidente da câmara da cidade.

Em 2006, a cidade italiana de Viganella resolveu da mesma forma um problema similar. Uma delegação da cidade norueguesa visitou a cidade italiana e ficou impressionada com o resultado final. Agora, a população de Rjukan pode finalmente apreciar o calor incrível do Sol de Inverno.

 

 

in: Green Savers

Ficha de trabalho

Mäyjo, 20.11.13

Clica no link a faz a ficha:

 

https://docs.google.com/viewer?a=v&pid=sites&srcid=YWd2di5lZHUucHR8Z2VvLWRpbmFtaWNhfGd4OjZmMTYyNmRhY2VjMzhjNDk

 

Depois de concluires a ficha, elabora um pequeno trabalho em que:

 

- refiras o que é a localização relativa;

 

- expliques como se faz a localização relativa;

 

- referencies na tua localidade os pontos onde o sol nasce e se põe (nasce por trás do hospital, por exemplo);

 

- localizes 3 locais da tua localidade (por exemplo a escola, a igreja, a Junta de Freguesia...) em relação a outros locais igualmente conhecidos.

 

 

BOM TRABALHO!!

 

Canadá: Vancouver lança primeiro programa piloto de reciclagem de beatas de cigarro a nível mundial

Mäyjo, 20.11.13

 

A cidade de Vancouver lançou na semana passada um programa de piloto de reciclagem de beatas de cigarro, o primeiro do género em todo o mundo. A iniciativa faz parte do Plano de Ação para tornar a cidade canadiana a Mais Verde em 2020.

O programa Cigarette Waste Brigade envolve a recolha de beatas depositadas pelos cidadãos em 110 recipientes instalados para o efeito nas ruas da baixa da cidade. Estes resíduos são depois processados de forma a extrair o acetato de celulose dos filtros, que será utilizado na produção de paletes de transporte, e o tabaco, que será decomposto.

“As beatas de cigarro são um verdadeira fonte de lixo na baixa, e este inovador projeto piloto com a TerraCycle vai ajudar a manter as nossas ruas e os aterros sanitários livres de beatas”, explica Gregor Robertson, presidente da Câmara Municipal de Vancouver.

“Este é um ótimo exemplo de como podemos aproximar-nos do nosso objetivo da Cidade Mais Verde, criar oportunidades de emprego para residentes com rendimento reduzido, e manter o bom aspeto da nossa baixa”.

“Estima-se que, todos os anos, são descartadas 3,5 mil milhões de beatas de cigarro”, afirmou Albe Zakes (TerraCycle) à Canadian Press. “Não só esta é uma quantidade enorme de resíduos como estes são incrivelmente tóxicos - apenas uma beata de cigarro num litro de agua pode envenenar e matar os peixes, segundo estudos realizados pela Universidade de San Diego”.

 

 Fontes: http://www.vancouver.cahttp://www.globalpost.com e http://www.gizmag.com

 

in: Naturlink